Beira Meu Amor

A Beira foi o grande amor da minha vida. Recebeu-me com seis anos, em Novembro de 1950 e deixei-a, com a alma em desespero e o coração a sangrar, em 5 de Agosto de 1974. Pelo meio ficaram 24 anos de felicidade. Tive a sorte de estar no lugar certo, na época certa. Fui muito feliz em Moçambique e não me lembro de um dia menos bom. Aos meus pais, irmão, outros familiares, amigos e, principalmente, ao Povo moçambicano, aqui deixo o meu muito obrigado. Manuel Palhares

Archives
A minha fotografia
Nome:
Localização: Odivelas, Lisboa, Portugal

terça-feira, fevereiro 07, 2006

Apresentação do Blog - Beira Meu Amor



"O que é um Blog?
A definição de Blog não é consensual. Um Blog é um registo cronológico e frequentemente actualizado de opiniões, emoções, factos, imagens ou qualquer outro tipo de conteúdo que o autor ou autores queiram disponibilizar. Existem muitos tipos de Blogs, ouve-se muitas vezes a expressão “Diário virtual” para descrever o Blog, o SAPO pensa que um Blog pode ser muito mais do que isso. Depende apenas e só do que o autor ou autores queiram que o seu Blog seja."

in Sapo.pt


Meus caros Amigos,

Meio envergonhado, apresento-vos o meu blog.
Incentivado pelos vossos amáveis comentários, nos vários sites das comunidades moçambicanas, quando ali publiquei as minhas histórias e os meus "poemas", resolvi, então, aqui reunir o que nestes últimos seis meses nelas escrevi.
A minha vida, já longa de 61 anos, está dividida, genericamente, em duas partes: até aos 30 anos vivi em Moçambique e há 31 anos que me radiquei na região da grande Lisboa, após o regresso de África.
O passado faz parte da minha vida e, não posso, nem quero, dela apagá-lo. Por isso o nome que resovi dar ao blog. Mas, Moçambique e a Beira continuam a existir e têm, por certo, direito a um futuro que se constroi todos os dias. O passado foi doce e bom. Façamos por merecer um futuro ainda melhor.
Quero-vos pedir o favor de construirem comigo este blog, fazendo os vossos comentários, se assim o entenderem, ao que eu publicar, mas, principalmente, publicando vós própios, aquilo que entederem ser relevante, no vosso ponto de vista.
As regras são as elementares: moral, ética, cidadania e direito à diferença.
Como diz a citação que encabeça este meu texto, um blog é aquilo que quisermos! Este estará sempre em constante actualização.

Com muita amizade por todos vós,

Manuel Palhares

Odivelas, 8 de Fevereiro de 2006.


* Imagem retirada de: http://www.loiclemeur.com .

31 Comments:

Anonymous PyUpIU said...

Meu Amigão MANEL,

Visitei o teu "BLOG" e passei-lhe apenas o olhar,
Vejo que está um primor,
Vou ter muito para o explorar,
E conhcer ainda mais o teu Amor.

Está um luxo na apresentação,
O Conteúdo concerteza vai-me agradar,
Pois Manel da minha geração,
Outra coisa não posso esperar.

PARABÉNS.
Um Abração do Planalto.

quarta-feira, fevereiro 08, 2006 6:38:00 da tarde  
Anonymous Mayra Meireles said...

Meu amigo Manel,
Recebi agora o teu email e já estou aqui. Tenho plena certeza que vou estar muito mesmo.Gostaria de ver tudo de uma vez só, tão grande está o meu interesse e admiração. Muito bom mesmo!! Aliás, vindo de ti só poderia ser do jeito que está.
Um grande beijo,
Mayra

quarta-feira, fevereiro 08, 2006 6:55:00 da tarde  
Blogger Era uma vez um Girassol said...

Palhares, antes mesmo de entrar no teu blog para o conhecer, quero desejar-te muita inspiração, posts divertidos e outros mais sérios...que me farão passar uns bons bocados na tua companhia!
Parabéns!

quarta-feira, fevereiro 08, 2006 8:30:00 da tarde  
Anonymous IO said...

GANDA MANEL, até que enfim!!, já gamei uma foto e vai já link no chuinguita!! - uma fã das tuas histórias, fif'

quarta-feira, fevereiro 08, 2006 9:45:00 da tarde  
Blogger Madalena said...

Com madrinhas como a Chuinga vai correr tudo bem...
Sou moçambicana e vivi vinte anos em Odivelas, ao lado do EO, hoje Clínica Persona.
Na vida a gente cruza-se!!!!

quarta-feira, fevereiro 08, 2006 10:59:00 da tarde  
Blogger Manuel Palhares said...

Meu Amigão Piupiu,

Que grande alegria, pela visita, pelas tuas sempre lindas quadras e pelos parabéns. Como digo na apresentação, isto é, essencialmente, para os amigos. Portanto, usa e abusa, que este espaço também é teu.
Muito obrigado e um grande abraço amigo do,

Manel

**********************************

Mayra, minha querida amiga,

Que grande alegria que tive ao ler as tuas sempre amáveis palavras. Espero ver-te por aqui sempre e usa este espaço que também te pertence, pois fi-lo para o compartilhar com os amigos.
Um grande beijinho,

Manel

**********************************

era uma vez um girassol,

Muito obrigado pela visita, pelo que me desejas e pelos parabéns. Conto com a tua presença e com as tuas chamadas de atenção para o que estiver menos bem.
O que tu não me respondeste, foi
à autorização que te pedi por e-mail!
Obrigado e um beijinho do,

Manuel Palhares

**********************************

Fifizita,

Não fanaste nada, porque a foto também é tua! Obrigado pelo link e pelo resto, que é muito, claro.
Um beijinho do,

Manel

**********************************

Madalena,

Obrigado por aqui vir colocar o seu comentário.
Na verdade, como cá viveu vinte anos, devemos ter-nos cruzado várias vezes. Pena é que não nos tenhamos conhecido. Mas a partir de agora já não somos assim tão desconhecidos.
um beijinho do,

Manuel

quarta-feira, fevereiro 08, 2006 11:50:00 da tarde  
Anonymous Maria da Conceição de Figueiredo said...

Vim conhecer seu blog convidada , por nossa amiga Mayra.
Gostei muito, foi uma prenda linda que recebi hoje.
Parabéns,vou vir dar sempre uma olhadela aqui.
Parabéns
Abraços

Maria da Conceição

quinta-feira, fevereiro 09, 2006 12:47:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Meu caro Manel,
está um encanto o teu blog, vou explorá-lo com calma e sentir o pulsar do seu conteúdo.
Um grande abraço e continua a deliciar-nos com a tua veia poética.

Carlos Schmidt

quinta-feira, fevereiro 09, 2006 2:54:00 da manhã  
Blogger Isabel-F. said...

Viva Manel,
Parabéns...
tiveste uma óptima ideia...os teus escritos valem a pena estar reunidos...já coloquei o teu Blog na lista dos meus Favoritos...

e...ai de ti...se me apagas os meus comentários...rsss

Sucessos...para o teu Blog...tens todos ingredientes para isso...vai passar a fazer parte das minhas visitas habituais.

Beijo com amizade.

quinta-feira, fevereiro 09, 2006 9:41:00 da manhã  
Blogger Henrique Santos said...

Até que enfim! Que maravilha, pois assim virei lêr com condições de poltrona... Parabéns Manel, sê bem vindo e FELICIDADES tantas quantas desejo para mim! Não tenhas mêdo porque qualidade literária tens de sobra. Vai ser um êxito!
Um abração,
Ricky

quinta-feira, fevereiro 09, 2006 10:58:00 da manhã  
Blogger Manuel Palhares said...

Maria da Conceição,

Muito obrigado pelas suas amáveis palavras. E já temos uma coisa em comum: somos ambos amigos dessa brasileira linda que é a Mayra.
Volte sempre por favor e escreva o que lhe apetecer.
Um beijinho,

Manel

**********************************

Meu caro Carlos,

Muito obrigado pela simpatia das palavras que me diriges.
Este espaço também é teu, portanto usa-o para publicares o que entenderes.
Um grande abraço,

Manel

**********************************

Isabel, minha amiga,

Muito obrigado pela amáveis palavras que me diriges. Estás a ver Isabel, tu és, entre outros amigos, uma das principais responsáveis por eu estar aqui.
Não vale gozar...! Lol! Eu prometo que não apago nada. Lol!
Um beijinho grande,

Manel

**********************************

Ricky, meu amigo,

Muito obrigado por palavras tão amigas. Estás a ver?! Tu também és um dos que têm muita culpa por eu hoje estar aqui a escrever-te. Agora, não te esqueças de também aqui vires, sempre que algo esteja menos bem. Isso também é ser amigo.
Um grande abraço,

Manel

quinta-feira, fevereiro 09, 2006 4:15:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Olá Palhares
Cá estive a reler as belas coisas que escreveste. Que a tua musa inspiradora nos traga mais recordações, ternura e saudade saudável.
Um jinho
MManuel

quinta-feira, fevereiro 09, 2006 5:11:00 da tarde  
Blogger Luh said...

Eu já tinha estado ontem, mas hoje vim reler.
Vale mais tarde que nunca, dizem..aqui ficam os meus parabéns ao mano do Nani...

quinta-feira, fevereiro 09, 2006 11:51:00 da tarde  
Blogger Laura Lara said...

A Maryluh disse-me para vir até aqui. E ainda bem!
Hoje já é tarde, mas vou voltar para ler tudo com atenção.
Uma beirense de segunda geração.

sexta-feira, fevereiro 10, 2006 12:55:00 da manhã  
Anonymous M.Costa said...

Manel
Estou a gostar. Estou a reler o que escreveste e a ouvir a "nossa" música.
Parabéns pela ideia.
Um abraço
M.Costa

sexta-feira, fevereiro 10, 2006 3:19:00 da tarde  
Blogger Manuel Palhares said...

Minha querida amiga Grande!

Olá! Seja muito bem aparecida por aqui que também é o seu lugar. É isso mesmo MM, saudade saudável.
Tenho que dar graxa à musa para ela não me deixar.
Um beijinho do moana,

Manel

**********************************

Olá Maryluh,

Muito gosto em ter por cá quem é amiga do meu mano!
Seja muito bem vinda e apareça sempre, que é um prazer.
Muito obrigado pelos parabéns.
No presuposto que é uma menina, aqui lhe deixo um beijinho.

Manel

**********************************

laura lara,

Uma amiga da marylu, que por sua vez é amiga do meu mano.
Muito obrigado pela visita e pelas suas amáveis palavras.
No mesmo pressuposto que tive em relação à sua amiga, aqui lhe deixo um beijinho.

Manel

**********************************

M. Costa,

Eu tenho quase a certeza que este M. Costa é o meu amigo de infãncia Costinha, mas se não for que me desculpe.
O Costinha com a sua mesa marcada na montra do Capri que dava para os correios.
Obrigado pelas tuas palavras meu amigo e um grande abraço.

Manel

sexta-feira, fevereiro 10, 2006 4:15:00 da tarde  
Anonymous sao Alves said...

Oi Maneliiiii, Muy bien........
Um must este blog. Eu já tinha referido isso e volto a frisar: em boa hora apareceu, já ca fazia falta uma coisa soft e linda de se ver. continua sempre assim.
Um beijo da Sao Bianita,

sexta-feira, fevereiro 10, 2006 8:19:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Força, Palhares!

Conhecendo a qualidade da tua escrita, só poderei ser mais leitor assíduo do teu blog.

Parabéns,

Branquinho

sexta-feira, fevereiro 10, 2006 8:27:00 da tarde  
Blogger Luh said...

Manuel sou a Luísa. Vizinha do Nani...
E agora vai visitar-me...risos

sexta-feira, fevereiro 10, 2006 9:47:00 da tarde  
Blogger Luh said...

E vai bisbilhotar o blog da LauraLara...vais adorar..

sexta-feira, fevereiro 10, 2006 9:48:00 da tarde  
Anonymous Mayra Meireles said...

Manel,
Olha eu aqui de novo!!!!
Aonde está o meu poema preferido? Nem vou dizer qual é, pois tu sabes muito bem, concorda?
Beijinhos,
Mayra

sábado, fevereiro 11, 2006 5:11:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Olá Manel,
Meus votos que o teu sábado seja maravilhoso junto à todos os teus familiares.
Mas agora, vou falar na próxima segunda feira, exactamente dia 13 de fevereiro, data esta que o Agostinho da Silva estaria completando 100 anos.Que bom seria se aqui no teu blog,falásemos um pouco sobre ele, concorda?
Até junho/2006, uma extensa homenagem aí em Portugal está programada.
Aqui, em Natal, estamos a organizar na Academia Norteriograndense de letras, ainda com data não prevista.
Com beijinhos,
Mayra

sábado, fevereiro 11, 2006 3:55:00 da tarde  
Blogger Manuel Palhares said...

Minha querida amiga São Bianita,

Muito obrigado pelas tuas sempre amáveis palavras. Fico contente por teres gostado e peço-te que não deixes de aqui publicares o que muito bem entenderes.
Bom fim-de-semana e um beijinho do,

Manel

**********************************

Branquinho,

Muito obrigado pela tua presença e pelas tuas simpáticas palavras. Conto contigo. Espero não te desiludir.
Um bom fim-de-semana.
Um abraço,

Manuel Palhares

**********************************

Maryluh, Maryluh,

A menina passa a vida a rir-se à custa de eu ser um azelha despassarado. Mas não faz mal. Contribuo, fazendo-a rir, para que o seu fígado permaneça saudável. Já fui, de fugida, aos blogs das meninas, mas hei-de lá voltar com mais calma.
Um bom fim-de-semana e um beijinho para si.

Manel

**********************************

Minha amiga Mayra,

Acredita que quando estava a colocar a imagem junto ao poema "Cigano em Moçambique"
me lembrei de ti. O poema está colocado nos arquivos do mês de Janeiro.
Deste-me uma excelente ideia, minha amiga. Não podia haver melhor assunto para este começo do blog que um texto sobre o grande pensador e mestre Agostinho da Silva. Agora muito a propósito, com a comemoração do seu centésimo aniversário. Muito obrigado pela ideia.
Um bom fim-de-semana.
Um beijinho,

Manel

sábado, fevereiro 11, 2006 6:06:00 da tarde  
Blogger Luh said...

Não me ri de ti Manuel. Ria-me de me teres confudido com o Rui(m)... :-P

sábado, fevereiro 11, 2006 8:18:00 da tarde  
Anonymous Coca-Cola said...

Manel,
Ainda não tive tempo de ler tudo mas o que li agrada-me muito.
Sabes colocar as palavras, sabes como dizer as coisas de forma a prender-nos do princípio ao fim....cativas-nos em prosa e em verso.
Parabéns.
Beijinhos

domingo, fevereiro 12, 2006 2:06:00 da tarde  
Blogger Manuel Palhares said...

Maryluh,

Eu tenho que me defender da maléfica conivência daqueles dois safados, que se conhecem desde o Colégio Luís de Camões, desde os cinco anos, ou seja, já lá vão quase cinquenta anos. São terríveis para as partidas!

Manel

********************************

Coca-Cola,

Muito obrigado pelas simpáticas e amáveis palavras que me diriges. É muita bondade tua, minha amiga.
Um bejinho,

Manel

domingo, fevereiro 12, 2006 4:49:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Que importa
isso agora?
Só sei que parto!
Vou-me embora
para outro sitio
para outro lugar!

Simplemente lindo!
Agora eu
Amar é vida
é dar tudo sem nada pedir
sem nada querer,
e entender que tudo se pode dar
sem nada receber...
É sorrir quando se chora
quando a alma gemea
nos deixa e vai embora!

São Percheiro

terça-feira, fevereiro 14, 2006 12:14:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

É já tarde, mas não resisti a passar por aqui mais um pouco por este belo trabalho.
Deixo o meu beijo de boas noites
desta andorinha que encontrou pouso no teu beiral!
SãoP

terça-feira, fevereiro 14, 2006 12:25:00 da manhã  
Blogger Manuel Palhares said...

Minha querida Andorinha,

Sempre atarefada a voar sem descanso, distribuindo amor por todo o lado onde passa.
Muito obrigado pela tua amizade desprendida.Eu também gosto muito de ti.
Isso, volta sempre, pousa aqui no teu beiral, porque me deixas muito feliz e contente.
Um grande beijinho,

Manel

terça-feira, fevereiro 14, 2006 11:25:00 da manhã  
Anonymous Mirante said...

Sr. Manuel é com grande respeito e mt admiração que comento no seu blog. Em primeiro lugar peço já desculpa caso escreva alguma palavra abreviada, mas sabe cm são os jovens, sempre com pressa e mt práticos.
Quando me disse que escrevia num blog memórias de saudade ou reflexões ocasionais, nunca poderia imaginar que o fazia com tanto amor. Na verdade, também tenh muitos colegas incluídos neste tal meio virtual, mas nenhum para falar de afecto, memórias ou histórias pessoais. Sim, talvez seja da idade, as memórias são mínimas e as histórias são na sua maioria patéticas. Não sei se prefiro assim, viver numa sociedade onde os valores já não valem por si mesmos, onde as regras e as normas de conduta já nao se encontram hierarquizadas na parte superior da Vida...
Ao constatar o seu carinho, quase que paternal por uma terra abandonada, onde as pessoas e os costumes ficaram para trás, ainda que estejam todos guardados carinhosamente, apercebi-me repentinamente que sou uma desterrada! Esta palavra tem um valor denotativo muito forte, mas refiro-me literalmente ao facto de ser um "sem terra". Nasci, cresci e ainda inconscientemente faço votos de permanecer em Lisboa, cidade boémia repleta de grandes acontecimentos e palco de inúmeras histórias. Realmente Lisboa tem aquele toque pessoal, a História não o desminte e nem eu poderia fazê-lo, mas falta qualquer coisa...falta aquele carisma absoluto, aquela autenticidade familiar que nos permite recordar tudo o que o Senhor descreve nos seus post's. Sou jovem e ao tentar encontrar afinidades com o meu lugar, concluo que pouco ou nada me resta. A antiga Lisboa, aquela cidade festiva recheada dos fados boémios, do mercado ribeirinho onde as mulheres gritavam freneticamente apelando á compra do peixe fresco, testemunha de grandes factos heróicos e muito mais, Essa já não me pertence… a minha geração já não integra essa caracterização de Lisboa. Hoje apenas me correspondem os centros comerciais, as noites na discoteca, os bairros de lata, e os edifícios modernos… Actualmente as coisas parecem já indissociáveis delas mesmas, não consigo penetrar no interior desta terra, a nossa relação é puramente interesseira: ela oferece-me o que têm, e eu muitas vezes destruo o que ela me dá. Já não existe o tal “criar raízes”, o que parece completamente antagónico com o que se passa entre si e a sua terra. Ambos parecem estar em sintonia, parecem partilhar as mesmas histórias, os mesmos desgostos, as mesmas tradições. Realmente Moçambique deve ser um Pais lindo, felizmente as coisas evoluíram e eu já pude visitar por um livro esse País exótico, quente e único. Imagino ao ouvir a conversa dos meus pais com os clientes, como será partilhar os mesmos costumes, para si deve ser especial poder relembrar as roupas coloridas das mulheres africanas, os pratos gastronómicos, o clima quente e peculiar, e especialmente as pessoas que fazem de Moçambique e da Beira um lugar mágico. Não que Portugal e particularmente Lisboa não possua esse carisma, é verdade também ela tem muito para oferecer, mas como já disse é de uma forma muito egoísta e desapaixonada. De qualquer forma, parece que já tudo na Vida é assim excepto os amigos, os quais também você deixou para trás mas que os trouxe consigo, num lugar de honra, aquele que independentemente da terra onde estejamos está constantemente connosco, o que nos permite guardar num lugar seguro tudo o que é importante para nós, e o que nos possibilita amarmos o que deixamos para trás com a certeza de que estimamos o que nos é dado agora - o coração. Talvez também eu possa guardar memórias lisboetas, quanto mais não seja as pessoas que conheci e que conheço, e que talvez nenhum outro lugar me poderia conceder essa oportunidade. Só me resta desejar felicidades para si e para os seus, e fazer votos para que continue a demonstrar o melhor que sabe e que pode esse amor incondicional pelo lugar que o acolheu generosamente.

Andreia Silva, e toda a família (O Mirante)

sexta-feira, outubro 06, 2006 2:08:00 da tarde  
Blogger Manuel Palhares said...

Minha amiga Andreia Silva(do Mirante, claro!),

Começo por te pedir desculpa de só hoje te estar a responder, mas fi-lo de propósito, para deixar passar os dias e reflectir sobre o que escreveste.
Muito obrigado pelo teu longo, denso,lindo e muito bem escrito comentário.
Podia falar-te, longamente, sobre o tema "raízes e tradições", pois perdi grande parte das minhas, com a vinda para Portugal, como sabes. Mas não quero deixar de te dizer que elas - as raízes - , são, a par da família e dos amigos, aquilo que de mais importante temos na vida. Viver sem podermos vivenciar, in loco, tudo isso, é bastante doloroso. Mas a vida continua e, afinal, a saúde e a paz, também são essenciais. Penso mesmo que quem vive em paz consigo e com os outros, tem o que de mais importante há para ser feliz.
Não quero terminar sem desejar, para ti, para a tua mama e para os teus pais, as maiores felicidades do mundo e muitos sucessos pessoais, tudo isso com muita saúde, paz e amor.
Um beijinho para ti e para a tua mana e cumprimentos para os teus pais,

Manuel Palhares

quarta-feira, outubro 18, 2006 5:18:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

/body>