Beira Meu Amor

A Beira foi o grande amor da minha vida. Recebeu-me com seis anos, em Novembro de 1950 e deixei-a, com a alma em desespero e o coração a sangrar, em 5 de Agosto de 1974. Pelo meio ficaram 24 anos de felicidade. Tive a sorte de estar no lugar certo, na época certa. Fui muito feliz em Moçambique e não me lembro de um dia menos bom. Aos meus pais, irmão, outros familiares, amigos e, principalmente, ao Povo moçambicano, aqui deixo o meu muito obrigado. Manuel Palhares

Archives
A minha fotografia
Nome:
Localização: Odivelas, Lisboa, Portugal

sexta-feira, fevereiro 03, 2006

À minha volta


À minha volta
Sinto fel e ódio
Não vejo amor
Nem compreensão.

Vejo o desprezo
Que destila inveja
Nos olhos daquele
Que é meu irmão.

Assim sem despeito
Continuo andando
Pela estrada da vida
Procurando encontrar,

Quem queira afagar
Esta dor enorme
Que trago comigo
Cá dentro do peito.


Manuel Palhares

Odivelas, 28 de Dezembro de 2005.

/body>