Beira Meu Amor

A Beira foi o grande amor da minha vida. Recebeu-me com seis anos, em Novembro de 1950 e deixei-a, com a alma em desespero e o coração a sangrar, em 5 de Agosto de 1974. Pelo meio ficaram 24 anos de felicidade. Tive a sorte de estar no lugar certo, na época certa. Fui muito feliz em Moçambique e não me lembro de um dia menos bom. Aos meus pais, irmão, outros familiares, amigos e, principalmente, ao Povo moçambicano, aqui deixo o meu muito obrigado. Manuel Palhares

Archives
A minha fotografia
Nome:
Localização: Odivelas, Lisboa, Portugal

quarta-feira, abril 25, 2007

Faleceu o João Paulo


Acabei de saber, agora, da morte do João Paulo!
Telefonei ao meu amigo Rui Brazão, um dos elementos do Conjunto Académico, o qual me disse estar o caixão a entrar, nesse momento, no cemitério onde o João Paulo vai ficar. Deixamos, portanto, a conversa para logo à noite. Queria saber pormenores, pois nem sequer sabia que o João Paulo estivesse doente.
Que pena que eu sinto pela sua partida. Era, na altura em que o conheci, um jovem cheio de talento, alegre, mas reservado, quase tímido. Recordo duas das suas passagens pela Beira, de estar com ele em Lisboa e, pela última vez, na Madeira. Fui sempre sabendo dele pelo Rui...
Obrigado João Paulo, por tantas horas de boa música que porporcionaste a muitos jovens portugueses da nossa geração, não esquecendo aqueles que cumpriam o serviço militar no ultramar português e a quem, tu e os teus colegas de conjunto, suavizaram as saudades de casa.
Adeus amigo!

Manuel Palhares
Odivelas, 25 de Abril de 2007.

13 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Boa noite Manuel
Fiquei muito triste em saber da morte do João Paulo. Nunca esquecerei a "Milena" "eu tão só" e
tantas outras canções que deliciaram a nossa bela juventude.Todos temos o mesmo fim e
infelizmente nunca estamos preparados para a aceitar.
Um beijinho
Teresa

quarta-feira, abril 25, 2007 7:35:00 da tarde  
Blogger gotaelbr said...

Manuel,
Soube com tristeza via Bar da Tininha. E tento divulgar no ForEver PEMBA com tuas próprias palavras.
Grande Abraço,

Jaime

quinta-feira, abril 26, 2007 4:22:00 da manhã  
Blogger Manuel Palhares said...

Teresa e Jaime,

Obrigado pelas vossas palavras.
Estou muito triste, mas é assim a vida...

Um beijinho para a Teresa e um abraço para o Jaime,

Manuel Palhares

quinta-feira, abril 26, 2007 1:42:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

A vida continua, nao é, amigo?
Também recordo com alguns lapsos de memoria desse conjunto.
Mas a vida, a idade e a hora de voltarmos ao lar, nao perdoa.
Que cansada que também estou!
beijinho, meu amigo

quinta-feira, abril 26, 2007 10:39:00 da tarde  
Blogger Manuel Palhares said...

Anónima Amiga,

Obrigado pela visita e pelos teus comentários.
Então?! A que é devido esse cansaço todo?
Um beijinho,

Manuel Palhares

sexta-feira, abril 27, 2007 11:27:00 da manhã  
Blogger Laurentina said...

É o ciclo ...mas é muito triste também !
Bom fim de semana
Beijão grande

sexta-feira, abril 27, 2007 11:30:00 da manhã  
Blogger Manuel Palhares said...

Elsa, minha querida amiga,

Pelas minhas contas já vos fazia de volta de Cabo Verde.
Já estive no teu blog a ver as fotografias, que estão muito bem.
Um bom fim-de-semana para ti e para o Álvaro, com um beijinho para ti e um abraço para ele,

Manel

sexta-feira, abril 27, 2007 11:45:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Nao só a Milena....
Nunca direi adeus
hully gully do montanhês
capri c´est fini
Non son degno di te
stasera pago io.......

Algumas que tenho
Mesmo muito cansada Manel, a sério.
beijinho, meu e dos meus

sexta-feira, abril 27, 2007 9:49:00 da tarde  
Blogger Manuel Palhares said...

Então que é isso,minha cara amiga?!
Vamos a animar!
Para a frente é que é o caminho, como diz uma outra minha amiga muito querida.
Um beijinho para ti e cumprimentos para os teus,

Manel

segunda-feira, abril 30, 2007 7:59:00 da tarde  
Blogger Madalena said...

Também fiquei triste, apesar de não ter essa ligação tão pessoal. Mas é um lado da minha adolescência que "c'est fini". Há uma página do Malhanga onde podemos ouvir muitas cantigas. Abraço!

sábado, maio 05, 2007 8:48:00 da tarde  
Blogger MRelvas said...

Caro manel, sou de Moçambique, de LM e aqui vim parar por indicação da São Alves.

Sou mais novo, mas recordo este conjunto.É pena mas a vida não pára, não dá mais tempo a ninguém.Os sentimentos.

Com um abraço amigo

Mário Relvas

sábado, maio 05, 2007 11:31:00 da tarde  
Blogger Manuel Palhares said...

Madalena,

Obrigado pela sua visita e pelas palavras que aqui nos deixou.
É como diz: " C'est fini!".
Conheço o sítio do Malhanga que refere e é de facto muito bom.
Apareça sempre que é um prazer.
Um beijinho,

Manuel Palhares

segunda-feira, maio 07, 2007 4:51:00 da tarde  
Blogger Manuel Palhares said...

Caro Mário,

Um laurentino amigo da São Alves!
É um prazer vê-lo por cá. Apareça sempre.
Obrigado pelas palavras que aqui nos deixa.
Um abraço,

Manuel Palhares

segunda-feira, maio 07, 2007 5:01:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

/body>