Beira Meu Amor

A Beira foi o grande amor da minha vida. Recebeu-me com seis anos, em Novembro de 1950 e deixei-a, com a alma em desespero e o coração a sangrar, em 5 de Agosto de 1974. Pelo meio ficaram 24 anos de felicidade. Tive a sorte de estar no lugar certo, na época certa. Fui muito feliz em Moçambique e não me lembro de um dia menos bom. Aos meus pais, irmão, outros familiares, amigos e, principalmente, ao Povo moçambicano, aqui deixo o meu muito obrigado. Manuel Palhares

Archives
A minha fotografia
Nome:
Localização: Odivelas, Lisboa, Portugal

quarta-feira, junho 23, 2010

Ligações para outras páginas:

1 - Minha página no Facebook!


2 - Minha página no Multiply!

Manuel Palhares
Odivelas, 23 de Junho de 2010.

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Libânia. Sua querida mãe chamava-se Libânia? Lembro-me que minha mãe,Isaura, esposa do Sr. Tomás (Capri) era muito amiga dela e conversavam muito. Vagueando por estas "recordações" da Beira, dei casualmente com muita satisfação, com o seu blog por aqui.É bom revêr as referênciasda nossa infência. Felicidades.

sexta-feira, julho 30, 2010 10:29:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Quandi disse infência, quero dizer infância. Desculpe.

sexta-feira, julho 30, 2010 10:31:00 da tarde  
Blogger Manuel Palhares said...

Olá Filha da Sra.D.Isaura e do Sr.Tomás, do Capri!

É verdade, a minha querida mãe chamava-se Libânia. E lembro-me muito bem de ti. Há alguns dias que não vinha aqui e só hoje é que li o teu comentário. Conta-me mais coisas! Onde vives? O que fazes? Não tinhas um irmão mais novo? Os teus pais ainda são vivos?
Gostei muito que aqui tivesses escrito e fizeste-me recordar, com doce saudade, um passado já distante.
Muita paz, saúde e felicidade, para ti e para os teus. Um beijinho amigo do,

Manuel Palhares

domingo, agosto 15, 2010 9:53:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

/body>